Câncer Metastático: causas, sintomas, tratamento e prevenção

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

O câncer metastático é uma forma agressiva de câncer que se espalha de um órgão original, chamado de sítio primário, para outros órgãos ou tecidos do corpo. Este processo, conhecido como metástase, pode ocorrer em quase qualquer tipo de câncer e é uma das principais causas de morte por câncer.

Causas do Câncer Metastático

Embora as causas específicas do câncer metastático variem dependendo do tipo de câncer primário, a principal causa é a capacidade das células cancerígenas de se separar do tumor primário e migrar para outros locais através do sangue ou do sistema linfático. Fatores genéticos e estilo de vida, como tabagismo, consumo excessivo de álcool, má alimentação e falta de atividade física, podem aumentar o risco de desenvolver câncer e subsequente metástase.

Câncer metastático, metástase

Sintomas do Câncer Metastático

Os sinais e sintomas do câncer metastático são vastos e dependem largamente do local onde o câncer se espalhou. Metástases ósseas podem resultar em dor óssea intensa ou fraturas. Quando o câncer se propaga para o fígado, os sintomas podem incluir icterícia, inchaço abdominal e perda de apetite. Metástases cerebrais podem apresentar sinais como dores de cabeça, problemas de equilíbrio, convulsões ou alterações na fala. No caso das metástases pulmonares, os sintomas podem incluir tosse persistente, falta de ar ou dor no tórax. Metástases na mama podem ser detectadas como um nódulo no seio ou alterações na pele da mama. É importante salientar que, em alguns casos, as metástases podem não causar sintomas imediatos.

Diagnóstico do Câncer Metastático

O diagnóstico de câncer metastático geralmente envolve uma combinação de exames físicos, testes de laboratório e exames de imagem, como tomografia computadorizada ou ressonância magnética. Uma biópsia, que envolve a remoção de uma pequena amostra de tecido para exame ao microscópio, também pode ser necessária para confirmar o diagnóstico.

Tratamento do Câncer Metastático

O tratamento do câncer metastático depende do tipo e localização do câncer primário, bem como da localização e extensão das metástases. As opções de tratamento podem incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia, imunoterapia, terapias direcionadas e, em alguns casos, ensaios clínicos. O objetivo do tratamento é controlar o crescimento e a propagação do câncer, aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

Prevenção do Câncer Metastático

Embora não seja possível prevenir todas as formas de câncer, a adoção de um estilo de vida saudável pode reduzir o risco. Isso inclui não fumar, limitar o consumo de álcool, manter um peso saudável, fazer exercícios regularmente, e seguir uma dieta rica em frutas, vegetais, proteínas magras e grãos integrais.

Complicações e sequelas do Câncer Metastático

As complicações do câncer metastático podem ser graves e variam dependendo da localização das metástases. Isso pode incluir dor severa, dificuldade para respirar, obstrução intestinal, fraturas ósseas, problemas neurológicos e, em última instância, a falência de órgãos. O tratamento também pode levar a complicações, como efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia.

Câncer de Pulmão Metastático

O câncer de pulmão é um dos mais propensos a metastizar. Quando se espalha, costuma afetar os ossos, o cérebro, o fígado e as glândulas supra-renais. A tosse persistente, falta de ar, dor no tórax e perda de peso inexplicada são sinais comuns.

Câncer de Mama Metastático

O câncer de mama pode metastizar para os ossos, fígado, pulmões e cérebro. Um nódulo no seio, alterações na pele da mama ou inchaço nos gânglios linfáticos perto da axila podem indicar a presença de câncer de mama.

Câncer de Próstata Metastático

O câncer de próstata, quando metastiza, frequentemente se espalha para os ossos e linfonodos. Sintomas como dor ou desconforto pélvico, dificuldade em urinar e disfunção erétil podem ocorrer.

Câncer de Cólon Metastático

O câncer de cólon pode metastizar para o fígado, pulmões, peritônio e ovários. Sintomas podem incluir mudanças no hábito intestinal, sangue nas fezes, fadiga constante e perda de peso sem razão aparente.

Melanoma Metastático

O melanoma, uma forma agressiva de câncer de pele, pode metastizar para os linfonodos, pulmões, fígado, cérebro e ossos. Mudanças na aparência de uma pinta ou uma nova mancha na pele que cresce rapidamente pode ser um sinal de melanoma.

Cancro

Última atualização:

Febre: causas, sintomas, tratamento e prevenção

A febre é uma resposta natural do organismo a uma variedade de condições e situações, como infecções, inflamações e outras doenças. Embora possa ser desconfortável, a febre é muitas vezes um sinal […]