Infeção Sexualmente Transmissível: causas, sintomas, tratamento e prevenção

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

As infeções sexualmente transmissíveis (ISTs) são doenças causadas por uma variedade de bactérias, vírus e parasitas. Transmitem-se predominantemente através do contato sexual desprotegido, incluindo vaginal, anal e oral.

Causas da Infeção Sexualmente Transmissível

A infeção sexualmente transmissível pode ser causada por vários microrganismos. Alguns dos mais comuns incluem:

Sintomas da Infeção Sexualmente Transmissível

Os sintomas das ISTs variam de acordo com o tipo de infeção, mas alguns sinais e sintomas comuns incluem:

Importa notar que algumas ISTs, como o HPV e a clamídia, podem não apresentar sintomas perceptíveis, mas ainda assim causar danos a longo prazo, como infertilidade e cancro.

Diagnóstico da Infeção Sexualmente Transmissível

O diagnóstico das ISTs normalmente envolve uma combinação de exames físicos, análises ao sangue e amostras de urina ou descargas. Em alguns casos, pode ser necessário fazer uma biópsia de quaisquer feridas, bolhas ou úlceras.

Testes regulares são essenciais para pessoas sexualmente ativas, especialmente para aqueles com múltiplos parceiros ou para quem não pratica sexo seguro consistentemente.

Tratamento da Infeção Sexualmente Transmissível

O tratamento para ISTs varia de acordo com a doença. Infeções bacterianas, como gonorreia e sífilis, são geralmente tratáveis com antibióticos. ISTs virais, como o HIV e o herpes, não são curáveis, mas podem ser geridas com medicamentos antivirais.

É essencial seguir as recomendações médicas, mesmo quando os sintomas desaparecem, para garantir que a infeção é completamente eliminada e para evitar a propagação a outros.

Prevenção da Infeção Sexualmente Transmissível

A prevenção é a chave para evitar ISTs. As melhores práticas incluem:

Com uma compreensão completa das causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção, é possível minimizar o risco de contrair ou propagar ISTs. A consciencialização e a educação em saúde sexual são essenciais para o controle destas infeções.

Lembre-se de que qualquer pessoa sexualmente ativa pode contrair uma IST, independentemente da idade, sexo ou orientação sexual. Assim, é essencial manter uma abordagem proativa para a prevenção, diagnóstico e tratamento das ISTs. Consulte regularmente um profissional de saúde, discuta abertamente sobre quaisquer preocupações ou sintomas que possa ter e nunca deixe de praticar sexo seguro.

Perguntas Frequentes

O que são Infeções Sexualmente Transmissíveis (ISTs)?

São doenças causadas por uma variedade de bactérias, vírus e parasitas que são transmitidas predominantemente através do contato sexual desprotegido.

Quais são as causas comuns das ISTs?

As ISTs podem ser causadas por vários microrganismos, incluindo bactérias (como na gonorreia, sífilis e clamídia), vírus (como o HIV, herpes genital, hepatite B e o HPV) e parasitas (como o Trichomonas vaginalis, que causa a tricomoníase).

Quais são os sintomas comuns das ISTs?

Os sintomas variam dependendo do tipo de infeção, mas podem incluir desconforto durante o sexo ou ao urinar, dor abdominal, feridas, bolhas ou úlceras nos genitais ou na boca, descarga anormal dos genitais e erupções cutâneas.

Como são diagnosticadas as ISTs?

O diagnóstico normalmente envolve uma combinação de exames físicos, análises ao sangue e amostras de urina ou descargas. Em alguns casos, pode ser necessário fazer uma biópsia de quaisquer feridas, bolhas ou úlceras.

Como são tratadas as ISTs?

O tratamento varia dependendo da doença. Infeções bacterianas são geralmente tratáveis com antibióticos, enquanto as ISTs virais, como o HIV e o herpes, podem ser geridas com medicamentos antivirais.

Como se pode prevenir as ISTs?

As melhores práticas de prevenção incluem o uso consistente e correto de preservativos, testes regulares para ISTs, vacinação quando disponível, e limitar o número de parceiros sexuais.

As ISTs podem causar complicações a longo prazo?

Sim, algumas ISTs, como o HPV e a clamídia, podem não apresentar sintomas perceptíveis inicialmente, mas causar danos a longo prazo, como infertilidade e cancro.

As ISTs são curáveis?

Muitas ISTs, especialmente aquelas causadas por bactérias, são curáveis com tratamento adequado. No entanto, ISTs virais, como o HIV e o herpes, não são curáveis, mas os seus sintomas podem ser geridos.

As ISTs só se transmitem através do contacto sexual?

Principalmente, mas algumas ISTs também podem ser transmitidas de mãe para filho durante a gravidez e o parto, e através do uso compartilhado de agulhas.

Quem deve fazer o teste para ISTs?

Qualquer pessoa sexualmente ativa deve considerar a realização de testes para ISTs, especialmente aqueles com múltiplos parceiros sexuais, ou que não praticam sexo seguro consistentemente.

Doenças sexualmente trasmissíveis (DST)

Última atualização:

Sífilis Congênita: causas, sintomas e tratamento

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível que pode ser transmitida da mãe para o feto durante a gravidez, resultando em sífilis congênita. Essa doença pode levar a complicações graves para a […]

Clamídia: causas, sintomas, tratamento e prevenção

A clamídia é uma infecção sexualmente transmissível (IST) causada pela bactéria Chlamydia trachomatis. Esta condição, mais comum em jovens sexualmente ativos, é notória pela sua natureza “silenciosa”, pois muitas pessoas infectadas não […]